segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Não esqueça jamais

Medo algum é capaz
de agulhar meu coração,
agora não,
é cada sensação que você me faz
como se desde sempre participasse
de toda minha vida.

Cada nota que te forma
dia após dia
angústia, agonia...euforia,
minha vida simplesmente se torna
ainda na tranquilidade do cais,
na minha vida, eu te amo mais

Nem sei mais o que esperar
seja como for
só sei que vou te amar

Gustavo Ruzzene Ramos
(em homenagem a minha filha que está para chegar)

9 comentários:

C. Martinez disse...

então é uma mocinha?

Gustavo Martinho disse...

é A mocinha!
tomara que seja linda como a mãe...
mas o meu gênio...
mais fácil de lidar...
pokaopkopakpokapokapokopka

Ingrid disse...

Que lindo!!
Guarde esse para sua menininha anotar na agenda quando ela for "uma mocinha". ;)
Perfeito!
E Parabéns pelo poema e pela filhinha. =)

Ingrid disse...

Ahhh... Não tô logada, sou a Ingrid do www.i-arte.blogspot.com

hehhehhe

Jonalva Araújo disse...

Que lindo!!
Me emocionei ...
Ainda mais por saber que é dedicado à uma vidinha que estar pra chegar!
Parabéns!!Abraço!

John Rômulo disse...

Rapaz parabéns pela chegada da filhinha! muita sorte!

post muito bonito msm! linda letra!

meu blog: www.johnrmulo.blogspot.com

Carol°°°Paula disse...

oi...
llindo o que escreveu.. mocinha rs:P
eu sou dbo blog que falou da machora e vim por causa da pergunta que fizeste,
não fui em quem escrevi os po´rs e contra, foi a revista Época
bjuss^^

Mr. Ziggy disse...

Os seus versos aqui registram o início de uma bela história de amor e luz. Que Deus abençoe vc e sua família! =]

kilder disse...

parabens pelo texto!!!! que sua filha venha à este mundo cheia de saúde e paz!

t+