quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

À pé, à bala , até



Ferve a roupa de couro,
todo calejado,
o velho mouro
caminha, escaldante sol.
Suor e sangue em seu cajado,
cada passo lembra um estouro,
um balaço,
cada pedaço de sua vida,
um último traço

Uma sombra,
talvez a última do sertão
o vento, o guizo da cobra,
e sua respiração;
todos silenciados de uma só vez.
Quando acaba um, vem mais três.
E que de ruim tem só a sorte,
sorte de povo injustiçado
e esquecido, povo do norte.
lugar que o sol, atiçado
queima, ferve e faz
guerra constante, num povo de sangue de paz!

Gustavo Ruzzene Ramos

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O conto mais contado

Conta,
era uma lenda
bem debaixo de uma tenda
ainda tonta,
em meio uma tormenta
se tornaram amantes.
Jovens , apaixonados, infantes.

Gustavo Ruzzene Ramos

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Era um banco em frente ao lago



Naquele dia marcado
sempre aquela festa,
hoje está sépia,
como uma terra
depois de um arado
jamais será esta
nem sequer uma réstia
de nosso tempo.
Tempo que muitos passaram por cima,
tempo que jamais acharemos rima.

Gustavo Ruzzene Ramos

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Não esqueça jamais

Medo algum é capaz
de agulhar meu coração,
agora não,
é cada sensação que você me faz
como se desde sempre participasse
de toda minha vida.

Cada nota que te forma
dia após dia
angústia, agonia...euforia,
minha vida simplesmente se torna
ainda na tranquilidade do cais,
na minha vida, eu te amo mais

Nem sei mais o que esperar
seja como for
só sei que vou te amar

Gustavo Ruzzene Ramos
(em homenagem a minha filha que está para chegar)

Sempre tentar

Sempre tentar

Em nossa vida tentamos sempre melhorar em tudo aquilo que fazemos
Tentamos aceitar e desta forma sermos aceitos
Tentamos evoluir, mesmo com todos nossos defeitos

Fazer o melhor consiste em sempre tentar
Em sempre insistir naquilo que se deseja e lhe dá força
Aquilo que te faz continuar e pelo qual você de pleno coração torça

Fazer o melhor te leva a ser alguém melhor
Alguém que busca na melhoria, o bom convívio
Que procura na sua vida e em seu meio um alívio

O melhor que podemos ser é um fator indefinido
Pois, queremos ser melhores e dos outros isso cobramos
Ora... “Se eu sou melhor, ele deve ser como eu...” nos questionamos.

Ledo engano pensar que se melhoramos, o mundo deve nos acompanhar
Pois se realmente achamos que já somos bons
Não vai ser cobrando isso dos outros que mostraremos nossos devidos dons

Quando algo está melhorando, o mundo lhe parece novo
Tudo o que de melhor foi adquirido deve ser mostrado
Em suas mais variadas formas e maneiras, enfim algo foi conquistado

O melhor que pode ser, é algo inestimável e único
Pois tentando ser melhor é que vemos nossos erros de vez em quando
E que o pior nunca nos abandona, que ele está sempre nos rodeando

O melhor pode ser alcançado de apenas uma forma, tentando!
Ninguém é melhor apenas por achar ou por sentir
O melhor só é obtido, quando já se sabe o quão difícil é o conseguir

Quando se esta tentando ser melhor, você deve ter um plano, uma meta!
Pois ser melhor é difícil, e requer muitos sacrifícios
Para tal, uma inspiração deve-se ter, pois conhecerá novos desafios

Ser o melhor apenas por ser, não tem valor algum
Alguém só é melhor quando compartilha isto com alguém
Acredite que ninguém faz isto pra si próprio. Ninguém!

O melhor sempre é algo de grande valor se com um propósito você prossegue
Pois é este motivo que dá forças pra se seguir adiante
Sempre olhando à sua frente, seguindo firme e confiante

O motivo desta dedicação tenta ser a melhor, pois um propósito ela possui
Mostrar a uma linda e especial garota que, por ela apenas existir,
Melhora cada dia dos meus melhores dias e assim me faz sorrir

O melhor está em todo lugar, basta olhar com calma
O melhor pode ser um beijo carinhoso ou até uma lágrima do coração
Basta olhar direito e, sem dúvida, todos enxergarão

E uma coisa, em sua memória, deve ser sempre mantida:
Seja melhor para quem ama e precisa em sua jornada
Pois para preencher sua eterna caminhada
Você precisará de um coração e uma mão estendida.

Luis Felipe Fornitani Picolo
homenageando sua querida Juliana(que por acaso do destino é minha irmã!)

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Enlouquecendo em La Menor!

Uma dor tão terna,
entre o sangue escorre carinho.
Sem poder escutar,
te transforma em uma caverna
vibrando seu peito,te deixa de um jeitinho
que nem se deve falar!

Esses que ao fundo
compõem tantos sentimentos,
que espalhados no mundo
podem por alguns instantes
reunidos, te causam batimentos
repentinos, perto...distantes...
Perdido em tanta dor,
desespero e amor,
te arrebenta como um elástico
sem te deixar uma só reação,
que só te resta um rosto apático!

Piana, piana, piana...
do acento
me agarro a beira.
Não seguro as lágrimas, nem tento!
Inconfundível, Bachiana.
Bachiana Brasileira!

Gustavo Ruzzene Ramos

video

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009


Posso ser menina
mulher e anciã...
Me levo as estrelas
tão alto que posso
Ser todo o céu
a lua
o sol
desnudo o véu...
Sou aquela que brinca nas noites
Com brisas suaves
Bailarina dos astros
assim tiro meu atraso...
Vou me elevar num todo
Agora sou um universo;
que corre em mim
as veias tristes do mundo
escorrendo das estrelas cadentes
Nos meus versos...

Mariana Castro,janeiro-2009


Grande amiga, Grande Bruxa, Grande pessoa...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Coitado pobre


Eu vi!
e foi na tua face
era um demônio
que era meu.
Tive medo que me alcançasse;
todo tempo que vivi
e viverei,
espero que no rosto teu
jamais perceba que fui eu!

Gustavo Ruzzene Ramos

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Ponha as cartas, Alice!




Abra essas pernas, Alice!
você é aquela menininha dos contos de fadas?!
de santa,
tonta,
só faz-se
por trás das almofadas...
diga-me que não apronta!?

Até quando vai usar esse crucifixo no decote!?
cheguei a achar que fosse brincadeira.
Mas quando descruza a perna...
invade o cheiro de menstruação.
E pela beira
aposto que dá o seu pinote!

Eu sei...
Eu sei mas não contarei!
Pelo simples prazer de encontrar-te
na rua...
sorrir pelo canto da boca...
lembrar de você nua...
e sussurrar...com uma voz ladrada...
Safada!

Gustavo Ruzzene Ramos