quarta-feira, 22 de abril de 2009

Revelando a outra face

Esses dias...parei para reler todos meus poemas...
então percebi que variavam em dois vértices...
sensualidade e subjetivismo...
e para separar tudo isso...resolvi criar um pseudônimo...
Isto é um pouquinho de "Sara Ruzzene Ramos":
*mulher
*eternos 19 anos
*desprendida
*boemia
*vaidosa
*fogosa

o resto...com o tempo vocês descobrem...

"O repente do lobisomem

não tem bicho mais egoísta
dentre seus defeitos
é fácil fazer uma enorme lista
perdidos nos eleitos

tão simples entender uma mulher
não imagino como se convencer
de que fazendo (ALGUMA VEZ) o que ela quer
alguma vai te querer

Enquanto a gente bebe e pira
por varias horas a esmo,
por fim não compensa, acaba dando no mesmo,
porque o que sobra de homem,
vira...
vira vira lobisomem
vira vira...

Sara Ruzzene Ramos"

Um comentário:

Thayane Campos disse...

Nunca pensei em criar um pseudônimo. Tá aí uma coisa legal de se fazer.
Seus poemas são realmente sensuais e subjetivos, duas coisas que admiro na escrita.
Beijos!