segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Auto-afirmação (Pt 7-Por outras vibrações)



Sou brasileiro...
sou brasileiro...
sou brasileiro...


ou como diria Antônio Nóbrega:
"Sou Pataxó,
sou Xavante e Cariri,
Ianonami, sou Tupi
Guarani, sou Carajá.
Sou Pancararu,
Carijó, Tupinajé,
Potiguar, sou Caeté,
Ful-ni-o, Tupinambá."



e sou muito orgulhoso disso...
independente de patriotismo...
mas mais longe ainda dos "despatriotados"...

Já faz um bom tempo que muitos reclamam da corrupção...
um pouco menos de tempo que os "intelectuais" dizem que não fazemos nada...
Isso realmente é péssimo...mas por outro lado...
bom que somos um país rico o suficiente que mesmo enriquecendo seus corruptos...
continuamos crescendo...

(pausa...começa uma chuva agora aqui...levantando aquele cheiro gostoso...
nossa...eu precisava disso!)

Sabe...indo contra alguns conceitos que eu difundi até agora...
mas vou relaxar... estressar com esses problemas...
a vida de muitas pessoas está difícil...
mas parar para reclamar assim não vai melhorar em nada...
hoje...ao invés de tentar mudar o mundo...
vou simplesmente mudar minha cabeça...
ou só o ponto de vista...poxa...
o Brasil tem mais de 30.000 anos...
trinta mil de índios...e 500 depois que os portugueses e os negros chegaram cá...

" eu atraquei
num porto muito seguro,
céu azul, paz e ar puro...
botei as pernas pro ar.
Logo sonhei
que estava no paraíso,
onde nem era preciso
dormir para se sonhar."

agora...assim vejo o Brasil...
e é nesse país que vou viver!

(Trechos da Música "Chegança" de Antônio Nóbrega)

5 comentários:

Luciene de Morais disse...

Gostei da sua autoafirmação.
Linkei você, para te acompanhar.
Um beijo
http://humanidades-e-afins.blogspot.com/

Dani Uzeda disse...

Com todos os problemas, e por incrível que pareça o Brasil ainda é um país maravilhoso. Nao tem jeito.

Cheiro de chuva... humm. adoro. Bju

C. Martinez disse...

saudade, meu grande amigo.

Dâ-Bow disse...

Com todos os problemas, e por incrível que pareça o Brasil ainda é um país maravilhoso. Nao tem jeito.[2]

Poquiviqui disse...

Muito bacana!! Autoafirmacao fez sentido. Nao sou patriota, mas tenho orgulho do meu pais tbm... sao coisas diferentes neh.

Nao entendo quem nao consegue ver as qualidades do seu proprio pais. Acho que seu texto ajuda a iniciar esse processo.

Parabens