sábado, 14 de junho de 2008

Auto-afirmação (Pt 5-A terceira Lâmina)


"...é aquela que fere"
..todo equilíbrio é inerte?..será que somos tão decididos entre bem e mal...certo e errado...
que não pendemos para nenhum lado?
como meu professor de filosofia sempre questionava..."não é idealismo demais, dizer isso e fim?"
...como já falei sobre o caráter...variante como cada novo dia...
a linha que define esse certo e errado...se move...com o vento...com os passos...
pra falar a verdade a um bom tempo que decidi não pender para nenhum lado... decidi caminhar
sobre a linha... variar com o vento... decidir ser Gustavo...minha consciência...
"acho bem mais do que pedras na mão..."
com isso acho que perdi meu lugar ao lado dos heróis...e ao lado dos vilões...mas com isso...
conquistei o meu lado... o lado que é do Gustavo... onde posso reformular todos valores...
e mudar quantas vezes quiser... onde posso extinguir os valores... mas principalmente...
onde há lugar para todos...anjos tortos...gauches...artistas...desengonçados...
"e virá como guerra...a terceira mensagem"
...mas o melhor...de viver em meu espaço...acolher pessoas excluídas... criar e recriar
MEU mundo... o que mais me sinto bem... é de poder estar alheio a guerra dos céus...
essa disputa entre o bem e o mal...não participar desse massacre...
talvez...essa seja a paz... tranqüilidade... acolhimento...em meio a guerra...
Agora eu sou a terceira face...a outra lâmina!

3 comentários:

Juliana disse...

Oi!! Obrigada por ter gostado do meu blog, e por ter comentado. Nós temos planos, mas não são para agora.
Já é alguma coisa, mesmo assim.. eu sei.
Posso adicionar seu blog na lista do meu?
Beijo e valeu pela presença, mais uma vez.

Maria Gabriela disse...

... querendo ou não o dual sempre vai existir (bem e mal). Você só enfatizou a complexidade da vida. Existe o lado do Gustavo, o lado do João, o lado do Alfredo, e assim vai. Ninguém é por total do mal, nem por total do bem, existe o preto e o branco, mas entre eles há uma infinidade de cores. É nisso que acredito, acredito que o mundo é cinza, não por causa da poluição (realismo não, por favor, não agora, rs). É como se houvesse uma criança que controlasse todo o mundo, ela brinca com as massinhas coloridas de modelar, seja os seres vivos, os objetos, etc. Essa criança brinca, às vezes se cansa e de repente mistura todas as massinhas... e tudo fica cinza!

Gustavo Martinho disse...

sim...em relaçao ao preto e branco...
o que eu quis dizer...
o mesmo preto que vejo é o que voce vê? e o branco?
entende ,maga?
nao serei realista...nada aqui é objetivo...nem teria como...
mas...
o que há de errado em brincar com o mundo?
sair um pouco do conceito de certo e errado...sair da linha... certo e errado depende da interpretaçao...
tente fazer hitler virar heroi!
obrigado por ler...